Monitoramento através da Cloud Computing

63
Monitoramento através da Cloud Computing

 Conheça como funciona e como utilizar o monitoramento na nuvem

 Seja para pequenas, médias ou grandes empresas, a cloud computing já virou uma realidade. Embora muitos pensem que não estejam usando a nuvem, praticamente todos a utilizam, isso porque serviços como o Facebook, e-mails, Google Drive e Docs, Office 365 estão sediados nela.

  A praticidade e a segurança que a cloud computing nos proporciona são apenas algumas das suas diversas vantagens que chamam a atenção dos brasileiros. Mas muitas pessoas acreditam que a nuvem serve apenas para armazenar dados, não a enxergando como algo que possa trazer outros benefícios maiores ao negócio.

  Esse pequeno engano desvaloriza a tecnologia, que também pode ser utilizada para acesso a novos conteúdos, videoconferências e, claro, o monitoramento. Neste artigo veremos questões relativas ao tema para tentar desmistificá-lo.

TI e Monitoramento

  Podemos pensar que com tantas novidades como as camadas de virtualização e arquiteturas de rede fica difícil fazer o monitoramento na nuvem. No entanto, o maior problema ainda é outro. Talvez pelo pouco conhecimento relativo ao tema, muitos gestores de TI acreditam que migrando os dados da empresa para a nuvem todo o monitoramento deve ser feito pelo fornecedor do serviço. Porém, o nível de responsabilidade sobre esse trabalho sempre é definido contratualmente, e a equipe de TI da empresa normalmente fica incumbida de parte do trabalho, mas é aí que entra outra dúvida.

Como utilizar a cloud computing para monitorar?

  Para que não haja grandes problemas, é preciso monitorar a conectividade com a nuvem a partir de todas as perspectivas e em todos os níveis. Também é válido ter certeza de que as conexões e os sistemas numa nuvem privada estejam funcionando harmonicamente e em plena interação com o ambiente de TI empresarial.

  Uma boa solução de monitoramento exerce essa função alertando o gestor de TI caso haja algum funcionamento inadequado localmente ou na cloud computing. Além disso, é preciso evoluir e adaptar o tipo de monitoração de acordo com as novas tecnologias. Ou seja, agora é necessário sair do modelo tradicional pensando em monitorar desempenhos e serviços numa visão mais global, sempre observando e respeitando as características únicas de cada camada da nuvem. Tudo pode ser feito também por meio de sondas de gestão personalizadas (PROBS), acompanhando o funcionamento de um ambiente híbrido.

Possíveis formas de monitoramento com cloud computing

  Dentre os diversos tipos, podemos destacar três:

  Monitoramento de atividades do usuário

  Vários serviços permitem verificar o que os usuários estão fazendo na nuvem e em outros aplicativos. Downloads de arquivos, atividades de login e prováveis violações das normas empresariais podem ser vistas em tempo real e com detalhes.

  Verificação de anomalias

  Também é possível analisar atividades incomuns de usuários que possam sinalizar problemas relativos ao mau uso da cloud computing. Tais como ações fora do horário de trabalho, downloads em excesso e acesso não autorizado a dados sensíveis.

  Monitoramento de câmeras

  Com o auxílio de alguns dispositivos, também pode-se monitorar câmeras em qualquer lugar a partir da nuvem.

Dúvidas, sugestões ou comentários? Contate um dos nossos consultores e saiba mais informações!

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *